18°C 35°C
Porto Murtinho, MS
Publicidade
Anúncio

Polícia Civil identifica o responsável pelo abandono de cachorro em Corumbá em vídeo que viralizou nas redes sociais

Publicado por Keila FloresUm vídeo chocante que mostra um cachorro sendo abandonado e tentando desesperadamente entrar novamente em um carro virali...

23/06/2024 às 09h35
Por: Redação Fonte: Polícia Civil - MS
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Polícia Civil - MS
Foto: Reprodução/Polícia Civil - MS

Publicado por Keila Flores

Um vídeo chocante que mostra um cachorro sendo abandonado e tentando desesperadamente entrar novamente em um carro viralizou nas redes sociais, nos últimos dias, causando indignação e mobilização na cidade de Corumbá-MS. Com mais de 30 mil visualizações, o vídeo despertou a atenção das autoridades locais, que estão empenhadas em resolver o caso.

De acordo com testemunhas, o incidente ocorreu no centro da cidade, onde o animal foi abandonado e posteriormente filmado tentando retornar ao veículo que o deixou para trás. A 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá, munida das imagens capturadas, iniciou imediatamente uma investigação para identificar o responsável pelo ato de crueldade.

Durante as investigações, a Polícia Civil conseguiu identificar o autor do abandono, que será indiciado pelo crime de maus-tratos, conforme prevê a legislação vigente. ONGs locais, estão colaborando com a polícia no resgate do animal para garantir a segurança e o bem-estar do cachorro abandonado.

A população de Corumbá está mobilizada, exigindo justiça e punição para o autor do abandono. As autoridades seguem trabalhando para assegurar que casos de maus-tratos contra animais sejam tratados com rigor.

Para colaborar com informações sobre casos de maus tratos e outros crimes ocorridos em Corumbá, a população pode entrar em contato pelo Disque Denúncia (67) 3234-7111.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários